Fique Ligado

De 12 a 31 de julho, parte das ruas Laranjeiras do Sul e Carinhanha, em Magalhães Bastos, serão interditadas ao trânsito de veículos para as obras de ampliação do sistema de esgoto da Foz Águas 5.

Os motoristas deverão utilizar o desvio de tráfego que se inicia na rua Ipitangas, seguindo pela rua Alto Araguaia, rua Carinhanha, rua Bonina, rua Visconde de Nacar, até acessar a rua Carinhanha.

Moradores e comerciantes da área interditada terão acesso ao local com apoio de operadores de trânsito.

Para dar fluidez ao trânsito, o estacionamento de veículos será proibido na rua Visconde de Nacar.

Confira no mapa abaixo a área interditada e o desvio de trânsito sugerido:

 

O prazo para a atualização dos dados cadastrais dos beneficiários da Tarifa Social foi prorrogado até o dia 31/08/2017. Esta atualização está sendo feita nos bairros de: Bangu, Campo dos Afonsos, Deodoro, Magalhães Bastos, Padre Miguel, Realengo, Senador Camará, Sulacap e Vila Militar.

Os critérios da Tarifa Social continuam sendo os previstos no Decreto 25.438/99 e nas normas de enquadramento da CEDAE (www.cedae.com.br/incluir_tarifa_social).

A Foz Águas 5 reforça que não haverá alteração no benefício da Tarifa Social por causa desta atualização cadastral.

A atualização cadastral poderá ser feita em uma das lojas de atendimento ou nos atendimentos móveis que serão realizados nas comunidades, em conjunto com as associações de moradores. Se informe na associação da sua região sobre a data do atendimento móvel.

Para a atualização cadastral, os clientes devem apresentar os documentos abaixo (original e cópia):

- CPF e identidade do cliente;

- Conta de água / esgoto;

- IPTU ou documento que comprove a propriedade ou posse. Na impossibilidade da apresentação desses documentos o interessado deverá assinar declaração de uso do imóvel bem como se responsabilizar pelo pagamento das contas de consumo;

- Declaração original da FAFERJ indicando que o imóvel está localizado em área de interesse social ou favela, quando for o caso.

 

 

 

Comunidades carentes e conjuntos habitacionais destinados a moradores de baixa renda que apresentarem documentação poderão se habilitar ao benefício de uma tarifa diferenciada chamada Tarifa Social.

Para realizar essa solicitação, você precisara apresentar os seguintes documentos em uma de nossas lojas de atendimento: 

Conjuntos habitacionais

Conjunto habitacional construído pelo Sistema Financeiro de Habitação, para população com renda familiar até 5 (cinco) salários mínimos:

-  Declaração original do órgão financiador;
-  Cópia da ata do Condomínio onde conste a eleição do atual síndico;
-  Cópia do CNPJ, se houver;
-  Cópia do IPTU, para casas isoladas;
-  Cópia da carteira de identidade do representante;
-  Conta de água se tiver.

Habitação popular destinada a famílias de baixa renda

Habitação popular destinada a famílias de baixa renda edificadas em terrenos cedidos por órgãos públicos Federais, Estaduais e Municipais.

-  Documentos comprobatórios da cessão do terreno, emitido pelo órgão Municipal, estadual ou Federal.
-  Conta de Água se tiver.

Imóveis localizados em favelas

-  Na Região Metropolitana, declaração original da FAFERJ de que o imóvel está localizado em à favela.
-  Documentação que qualifique o cliente/usuário, como CPF e identidade e documentos de propriedade do imóvel. Na falta dos documentos de propriedade, vale a declaração de próprio punho, com firma reconhecida.
-  Para alteração de Titularidade de Usuário, declaração de próprio punho do solicitante com a autorização do antigo usuário, ambos com firam reconhecida.
-  Conta de água se tiver.

Obs.: Nos imóveis com mais de uma casa no mesmo quintal será considero o número de moradias no terreno, com o cadastro de economias para o número de edificações do local.

Áreas de interesse social

Para residências até 50m² e comércios até 30m², situados em loteamentos irregulares, posse, periferia de favelas, e áreas de risco com impossibilidade de vistoria para apuração da área construída.

-  Declaração assinada pelo Superintendente Regional Municipal, reconhecendo e declarando que o imóvel está localizado em área de interesse social, de acordo com Decreto Municipal.
-  CPF e identidade do cliente/usuário.
-  IPTU ou documento que comprove a posse.
-  Na impossibilidade da apresentação dos documentos citados deverá o mesmo apresentar declaração de próprio punho informando a veracidade da posse do imóvel.

Obs.: Nos imóveis com mais de uma casa no mesmo quintal será considerada a metragem de 50 m² para cada uma das edificações, com cadastro de economias na categoria social. Todos os usuários de cada unidade familiar deverão apresentar os documentos pessoais para inclusão do cadastro.

Para mais informações ou dúvidas sobre a Tarifa Social, entre em contato pelo 0800 025 0005 ou acesse o site www.fozaguas5.com.br

A companhia passará a se chamar BRK Ambiental

A Brookfield Business Partners LP, uma empresa líder global em gestão de ativos, em conjunto com outros investidores institucionais, assumiu hoje o controle dos 70% da Odebrecht Ambiental que pertenciam a Odebrecht S.A. O investimento foi de US$ 908 milhões. Esse valor inclui um pagamento de US$ 768 milhões e aproximadamente US$ 140 milhões em injeção de capital para suportar o crescimento futuro da Companhia.

O FI-FGTS manteve a sua participação de 30% na empresa.

Toda a estrutura técnica está incluída na transação, garantindo a sua capacidade técnica-operacional e a manutenção dos compromissos com os seus clientes e reguladores. A entrada dos novos acionistas fortalece a estrutura econômica e financeira da companhia, ampliando seu acesso a novas tecnologias.

Sob a nova gestão, a empresa mudará de nome para BRK Ambiental. Em paralelo a isso, a Brookfield implantará prontamente diversas políticas de conformidade adotadas pelo grupo globalmente, observando os mais elevados princípios éticos e em acordo com a legislação e regulamentos aplicáveis nas diversas regiões em que a BRK Ambiental atua.

Maior empresa privada de saneamento do país, a BRK Ambiental está presente em mais de 180 municípios brasileiros, beneficiando a vida de 15 milhões de pessoas.  Opera também plantas de tratamento de resíduos e água para operações industriais.

A Brookfield investe e administra ativos em mais de 30 países, nos cinco continentes. Hoje, são US$ 250 bilhões investidos nos segmentos de Energia Renovável, Imobiliário, Infraestrutura e Private Equity. Sua filosofia de investimento leva em conta a excelência de gestão, o compromisso com o crescimento sustentável de seus negócios e visão de longo prazo.

A Brookfield iniciou suas operações no Brasil, em 1899, criando a Light, empresa responsável pela energia elétrica em São Paulo e Rio de Janeiro. A partir disso, se expandiu pelo país, cuidando de concessões públicas que mudaram a realidade do transporte público, da infraestrutura e de energia elétrica nos maiores centros urbanos brasileiros. Atualmente a Brookfield detém aproximadamente R$ 43 bilhões em ativos sob gestão no Brasil e suas operações geram cerca de 16.000 empregos.

O FI FGTS é um fundo de investimentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço criado em 2007 e administrado pela Caixa Econômica Federal, que aplica os recursos do trabalhador brasileiros em projetos de infraestrutura no país. O FI FGTS é um importante investidor e parceiro da Companhia desde 2008.

Com a BRK Ambiental, a Brookfield e o FI FGTS reforçam sua tradição em contribuir com o desenvolvimento econômico e social, investindo num setor importante para o futuro da economia do País e da qualidade de vida de milhões de brasileiros. 

RIO DE JANEIRO

No Rio de Janeiro a Odebrecht Ambiental é sócia da Águas do Brasil na Foz Águas 5, empresa responsável pelos serviços de esgotamento sanitário na Zona Oeste da cidade. Desde o início da concessão, a Foz Águas 5 tem investido na modernização do sistema de esgoto existente. A população já sente os efeitos positivos do trabalho. A concessionária investiu mais de R$400 milhões na construção de 230km de novas redes e na nova ETE Deodoro. Ao longo de 30 anos, a concessionária investirá um valor total estimado em R$ 2,6 bilhões.

A Foz Águas 5 atua em 21 bairros, situados na Área de Planejamento 5 (que corresponde a 48% de todo o território municipal): Deodoro, Vila Militar, Campo dos Afonsos, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Realengo, Padre Miguel, Bangu, Gericinó, Senador Camará, Santíssimo, Campo Grande, Senador Vasconcelos, Inhoaíba, Cosmos, Paciência, Santa Cruz, Sepetiba, Guaratiba, Barra de Guaratiba e Pedra de Guaratiba.

Iniciativa da Foz Águas 5 orienta os moradores da Zona Oeste a fazer a interligação de esgoto da sua casa à rede

Para orientar os moradores a conectar sua casa à rede de esgoto, a Concessionária Foz Águas 5 abriu inscrições para a oficina gratuita de capacitação em interligação de esgoto. A oficina será realizada no dia 19 de abril (quarta-feira), na ETE Deodoro. Os interessados devem enviar nome e telefone para o e-mail comunicacao@fozaguas5.com.br ou preencher o formulário no site www.fozaguas5.com.br e aguardar a confirmação da inscrição.

Com duração de um dia e entrega de certificado de participação, a oficina é dividido em módulos teórico e prático. O teórico aborda os procedimentos corretos para executar as ligações de esgoto nas residências que já estão aptas a fazer a interligação ao sistema. O módulo prático acontece num ambiente que simula uma casa equipada com toda tubulação aparente, onde o participante visualiza melhor as redes de sua casa e entende com mais detalhes como fazer a interligação.

Participante da oficina que aconteceu em março, o bombeiro hidráulico Washington Correa Dias levou o filho que trabalha junto com ele Kelvin Lima Dias para aprender.  “Aprendemos detalhes sobre as redes de água e esgoto que vão melhorar ainda mais o atendimento aos meus clientes, além de conseguir novos para executar a interligação” comemorou Washington.

O treinamento é realizado mensalmente pela equipe técnica da Concessionária e já capacitou mais de 230 moradores e encanadores da região, viabilizando que o morador possa fazer a sua própria interligação, além de contribuir para geração de trabalho e renda.

Oficina de Interligação

Dia 19 de abril (quarta-feira) de 2017, das 14h às 16h
pelo site www.fozaguas5.com.br ou pelo e-mail comunicacao@fozaguas5.com.br
Local do Treinamento: ETE Deodoro (Rua Nazaré s/n – Deodoro)
Mais informações da Concessionária Foz Águas 5 pelo 0800 025 0005

No sábado, dia 15 de abril, a Avenida Marechal Fontenele sentido Bangu, entre a Rua Almeida e Souza e a Rua Carinhanha, será interditada para realização das obras de ampliação do sistema de esgoto da Foz Águas 5. Esta interdição tem previsão de durar até 60 dias.

A CET-Rio preparou um esquema especial de trânsito nas principais vias do entorno da obra para manter a fluidez do trânsito, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar pedestres e efetuar os bloqueios durante todo o período da obra.

Durante o período, os motoristas deverão utilizar, preferencialmente, a Transolímpica e a Estrada General Canrobert da Costa para seguirem sentido Realengo e Bangu.

Rota Sentido Sulacap

Não haverá interdição neste sentido e os motoristas devem seguir normalmente pela Avenida Marechal Fontenele.

Rota alternativa Sentido bangu

Acessar a  Rua Almeida e Souza, seguir pela Rua Laranjeiras do Sul e pegar a Rua Carinhanha, até retornar a Rua Marechal Fontenele. Será implantado regime de mão única na Rua Laranjeiras do Sul e o estacionamento será proibido em toda sua extensão em ambos os sentidos. 

Para mais informações acesse o site www.fozaguas5.com.br ou ligue 0800 025 0005

A Foz Águas 5 está iniciando o recadastramento dos imóveis que contam com o benefício da Tarifa Social. Até o dia 31 de maio de 2017, os clientes devem procurar uma das lojas de atendimento ou atendimento móvel para atualização do cadastro com os seguintes documentos (original e cópia):

  • CPF e RG;
  • IPTU, escritura, ou documento que comprove a posse do imóvel;
  • Declaração da FAFERJ.

O recadastramento é importante para atualizar o banco de dados da Foz Águas 5 e garantir a continuidade do benefício para todos que atendem aos critérios da Tarifa Social.

Os usuários que não fizerem a atualização no prazo informado terão o benefício suspenso na próxima medição. 

Lojas de Atendimento

Bangu

Rua Fonseca, 240 – loja 214 – Centro Profissional Bangu Shopping

Campo Grande

Rua Camanducaia, 51

Santa Cruz

Rua Felipe Cardoso, 540 - loja 111 a 114 – Santa Cruz Shopping Center

Horário de Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 09h às 16h. 

Plantão do Atendimento Móvel aos sábados

Realengo

Dias 01/04, 15/04 e 20/05 - Avenida Santa Cruz, 419 (em frente ao Guanabara)

Dias 29/04 e 06/05 - Estrada da Água Branca, 2380 (em frente ao Guanabara)

Horário de Funcionamento: de 09h às14h

Para mais informações ou dúvidas sobre o recadastramento da Tarifa Social, entre em contato pelo 0800 025 0005 ou acesse o site www.fozaguas5.com.br

Entrega da Publicação (132) - Cópia

Foz Águas 5 oferece oficina gratuita de interligação para rede de esgoto
Iniciativa orienta os moradores da Zona Oeste a fazer a interligação de esgoto da sua casa à rede

Para orientar os moradores a conectar sua casa à rede de esgoto, a Concessionária Foz Águas 5 abriu inscrições para a oficina gratuita de capacitação em interligação de esgoto. A oficina será realizada no dia 09 de março (quinta-feira), na ETE Deodoro. Os interessados devem enviar nome e telefone para o e-mail comunicacao@fozaguas5.com.br ou preencher o formulário no link "Inscrição Oficina" e aguardar a confirmação da inscrição.

Com duração de um dia e entrega de certificado de participação, a oficina é dividido em módulos teórico e prático. O teórico aborda os procedimentos corretos para executar as ligações de esgoto nas residências que já estão aptas a fazer a interligação ao sistema. O módulo prático acontece num ambiente que simula uma casa equipada com toda tubulação aparente, onde o participante visualiza melhor as redes de sua casa e entende com mais detalhes como fazer a interligação.

O treinamento é realizado pela equipe técnica da Concessionária e já capacitou mais de 200 moradores e encanadores da região, viabilizando que o morador possa fazer a sua própria interligação, além de contribuir para geração de trabalho e renda.

Oficina de Interligação
Dia 09 de março (quinta-feira) de 2017, das 14 h às 16h
Inscrições pelo site www.fozaguas5.com.br ou pelo e-mail comunicacao@fozaguas5.com.br
Local do Treinamento: ETE Deodoro (Rua Nazaré s/n – Deodoro)
Mais informações da Concessionária Foz Águas 5 pelo 0800 025 0005

A Foz Águas 5 informa que está realizando uma manutenção emergencial na rede coletora de esgoto na esquina da Est. da Água Branca com Rua Mal. Abreu Lima.
Devido a esse serviço o trecho da Água Branca, entre as Ruas Manaus e Belém será interditado.
Haverá desvio dos veículos pela Rua Manaus, entrando na Rua Olinda e retornando na Rua Belém.
Informamos que o local contará com orientadores de trânsito e os moradores da via terão entrada e saída de veículos liberadas.
A previsão é que este trabalho seja concluído em dez dias.
Para qualquer dúvida entre em contato com o 0800 025 0005 ou comunicacao@fozaguas5.com.br.

mapa estrada agua branca

 

 

Iniciou no dia 08 de dezembro a  Negociação de Débitos no calçadão de Campo Grande da Foz Águas 5.  Até o dia 17 deste mês os clientes  terão a oportunidade de negociar e conhecer as propostas diferenciadas para pagamento, com parcelamentos e descontos.

Este atendimento especial acontecerá das 9h às 17h.

Se preferir, o cliente também poderá ser atendido nas lojas de atendimento (Bangu - Rua Fonseca, 240; Campo Grande – Rua Camanducai, 51; Santa Cruz – Santa Cruz Shopping Center, Loja 112-114).

 

Desde o dia 08 de dezembro a Foz águas 5 está com um novo Ponto de atendimento, agora na Estação de Tratamento de Sepetiba, localizada na Rua José Fernandes, nº 1188.

O atendimento ocorrerá de 2ª a 6ª das 9h às 12h e das 13h às 16h30. Com esse novo espaço, Sepetiba e bairros adjacentes terão a facilidade de negociar seus débitos, atualizar seu cadastro e solicitar serviços bem mais próximo de suas casas.

A Foz Águas 5 ainda conta com mais três lojas de atendimento ao cliente:

Bangu – Rua Fonseca, 240

Campo Grande – Rua Camanducai, 51

Santa Cruz – Santa Cruz Shopping Center, Loja 112-114

Além das lojas presenciais, a concessionária possui os canais de atendimento no fozaguas5.com.br, atendimento eletrônico (fale conosco, totens de atendimento nas lojas e e-mail) e atendimento telefônico gratuito 24 horas (0800 025 0005).

INTERDIÇÂO_AP5

A Foz Águas 5 está realizando um trabalho de manutenção na Rua Bernardo Vasconcelos, no trecho entre as Ruas da Imperatriz e Cardoso Martins (em Realengo), que se estenderá até o final deste mês.

Os veículos que circulam pela Rua Bernardo de Vasconcelos deverão fazer um desvio para Av. Santa Cruz (entrando pela Rua da Imperatriz e retornando na Rua Cardoso Martins).

A área está com sinalização e conta com agentes de tráfego contratados pela Foz Águas 5 e acompanhamento da CET-RIO.

Moradores e comerciantes da Bernardo de Vasconcelos terão liberada a entrada e saída de veículos.

A Foz Águas 5 está à disposição para mais informações pelo e-mail comunicacao@fozaguas5.com.br ou 0800 025 0005.

 

IMG_3458

IMG_3460

No dia 03 de novembro a Foz Águas 5 reuniu as Comissões de Acompanhamento de Obras (CAO’s) na Estação de Tratamento de Esgoto, em Deodoro. A atividade foi uma oportunidade dos grupos se conhecerem e criar uma maior interação com as equipes da concessionária (Obras, Manutenção e Comercial).

A primeira CAO foi criada em 2015, com intuito ter um canal mais direto com os moradores - através de representantes locais – dando suporte de informações, procedimentos e esclarecimentos sobre o novo sistema de esgoto que está sendo implantado na Zona Oeste.

Hoje já são 10 comissões espalhadas pelos bairros de Magalhães Bastos, Bangu, Padre Miguel, Realengo, Deodoro e Pedra de Guaratiba. Cada CAO conta (em média) com 05 representantes do bairro onde vivem. A interação é diária, através de whatsApp e reuniões pontuais na comunidade.

Um dos principais objetivos destas comissões é reduzir os impactos ocasionados pelas obras, com conhecimento necessário para esclarecer aos demais moradores as etapas da implantação de rede, os procedimentos de ligação e interligação, o uso correto do sistema e os benefícios do saneamento para a comunidade. Além disso, as Comissões tornam a comunicação mais direta e próxima entre a empresa e a comunidade (através de seus representantes).

Chuvas prejudicam obra de esgoto em Realengo

Desde segunda-feira, 31, a Foz Águas 5 realiza um trabalho de manutenção na Rua Bernardo Vasconcelos no trecho da Rua da Imperatriz (em Realengo). Na manhã desta sexta-feira (4), a Foz Águas 5 interrompeu o trânsito no local como forma preventiva, pois devido às fortes chuvas que atingem a cidade do Rio de Janeiro desde ontem, a rede de drenagem existente na via cedeu ao lado do ponto de escavação, com risco de danos a faixa de rolamento que estava liberada ao tráfego.

 

Por este motivo, os motoristas devem fazer o desvio do tráfego pela Av. Santa Cruz (entrando pela Rua da Imperatriz e retornando na Rua Cardoso Martins). O local está bem sinalizado e conta com agentes de tráfego contratados pela Foz Águas 5 e acompanhamento da CET-RIO. Estamos trabalhando com todo o empenho na recuperação da drenagem, para que o local esteja liberado às 20 horas de hoje.

A Foz Águas 5 está à disposição para esclarecer eventuais dúvidas 0800 025 0005.

A Odebrecht S.A. assinou ontem (27/10/2016) o contrato de alienação da totalidade de suas ações, equivalente a 70% do capital da Odebrecht Ambiental, para a Brookfield Brazil Capital Partners LLC e o Fundo de Investimentos BR Ambiental, ambos administrados pela Brookfield Asset Management. O fundo de investimento FI-FGTS, sócio da Odebrecht Ambiental desde 2009, deverá manter sua participação de 30% no capital da empresa.

O preço da venda foi de US$ 878 milhões (aproximadamente R$ 2,8 bilhões) e é composto por um pagamento antecipado de US$ 768 milhões e um adicional de US$ 110 milhões, ao longo dos próximos 3 anos, condicionado ao crescimento continuado da empresa. O fechamento definitivo da transação, previsto para o primeiro trimestre de 2017, está sujeito a uma série de condições que são habituais em transações envolvendo empresas prestadoras de serviço público, como a obtenção de anuências do poder público, dos financiadores e aprovações regulatórias.

Fundada em 2008, Odebrecht Ambiental é hoje a maior empresa privada de saneamento do Brasil. Atende atualmente a mais de 17 milhões de pessoas em 12 estados no Brasil por meio de concessões e de parcerias público-privadas. A operação inclui também parte dos serviços de tratamento de resíduos e de água industrial.

Toda a estrutura técnica da Odebrecht Ambiental é parte da transação e permanece inalterada, assim como o seu quadro de funcionários, garantindo sua capacidade técnica-operacional e a manutenção dos compromissos com todos os municípios onde ela atua.

A Brookfield é um dos maiores grupos de investimento do mundo, atuando nas áreas imobiliária, de infraestrutura, energia renovável, construção, agropecuária e florestal. Presente em 30 países com mais de US$ 250 bilhões em ativos sob gestão e emprega hoje 55 mil pessoas. A companhia investe no Brasil há mais de cem anos, administrando US$ 12 bilhões em ativos, em 15 estados brasileiros. 

RIO DE JANEIRO

No Rio de Janeiro a Odebrecht Ambiental é sócia da Águas do Brasil na Foz Águas 5, empresa responsável pelos serviços de esgotamento sanitário na Zona Oeste da cidade.

Desde o início da concessão, a Foz Águas 5 tem investido na modernização do sistema de esgoto existente. A população já sente os efeitos positivos do trabalho. A concessionária opera 17 Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e, em dois anos, aumentou de 5% para 10% no índice de tratamento.  Até 2017, quando chega ao fim a primeira fase do projeto, a Foz Águas 5 terá investido R$ 640 milhões na melhoria dos serviços. Ao longo de 30 anos de concessão, a concessionária investirá um valor total estimado em R$ 2,6 bilhões.

A Foz Águas 5 atua em 21 bairros, situados na Área de Planejamento 5 (que corresponde a 48% de todo o território municipal): Deodoro, Vila Militar, Campo dos Afonsos, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Realengo, Padre Miguel, Bangu, Gericinó, Senador Camará, Santíssimo, Campo Grande, Senador Vasconcelos, Inhoaíba, Cosmos, Paciência, Santa Cruz, Sepetiba, Guaratiba, Barra de Guaratiba e Pedra de Guaratiba.

No dia 05 de agosto, a Foz Águas 5 realizou uma reunião com futuros moradores do condomínio Porto Seguro (Minha Casa Minha Vida) em Santa Cruz.

A reunião agora faz parte da rotina comercial da empresa, que através de um convite da Secretaria Municipal de Habitação e Cidadania, orienta os novos clientes sobre o projeto de individualização do faturamento, bem como a essencialidade do pagamento de suas faturas mensais e a efetividade das ações de cobrança no caso de inadimplemento.

Com a ação, cerca de 300 futuros moradores também puderam esclarecer tirar dúvidas sobre a tarifa mensal de água e esgoto, postos de atendimento, atualização cadastral, dentre outros temas vinculados à concessão.

Para saber – A Foz Águas 5 implantou o projeto de individualização de medição do Minha Casa Minha Vida em agosto de 2015, em que os condomínios estavam inadimplentes. Com isto, a aproximação da empresa junto aos condomínios, através de reuniões periódicas, busca fidelizar os clientes para que entendam a prestação de serviços executados e validem o pagamento de suas contas. “O cliente com a informação precisa dos benefícios na prestação de serviços de água e esgoto, legitima o pagamento das contas em dia”, reforça, Melissa Vieira, coordenadora Comercial da concessionária.

Novos Clientes

Para oferecer melhor comodidade e conveniência, a Foz Águas 5 informa aos seus clientes que a partir do dia 1 de agosto de 2016 a loja de atendimento de Santa Cruz terá novo endereço. O novo espaço fica dentro do Santa Cruz Shopping Center, na rua Felipe Cardoso, 540, Loja 112 – 114.

Havendo dúvidas, entre em contato conosco pelo nosso canal de atendimento 24h 0800 025 0005.


No último sábado, dia 2 de julho, foi realizado um grande Mutirão na comunidade Vila João Lopes, em Jardim Novo, em parceria com o Instituto Casa Viva. A ação contou com a participação do Atendimento Móvel, Plantão Social, jogos ambientais, pula-pula e uma Oficina de Grafite para 20 adolescentes da comunidade com a temática de meio ambiente e cidade.  O Mutirão contou com a participação de aproximadamente 300 moradores, entre crianças e adultos.

A região recebeu obras de implantação de rede coletora entre os meses de abril e maio e já estão liberadas para interligação ao sistema. Por isso, o foco de todo o evento foi informar a população sobre os benefícios do serviço de esgotamento, como deve ser feita a interligação e já indicando a Oficina de Interligação disponível para o moradores que queiram aprender como fazer a conexão da sua casa na nova rede. Para Guto, presidente da Associação de Moradores de Vila João Lopes, ações como essa devem ser multiplicadas por todas as empresas que atuam na região. “Foi esclarecedor, enquanto as crianças brincavam pude conversar um pouco ali no Plantão e saí com uma percepção diferente do serviço, vou fazer a Oficina para poder passar a informação aos moradores com até mais clareza”, afirmou Guto.

 

 

 

Formigueiro, como é conhecida a vila onde residem mais de 24 famílias em Magalhães Bastos, até maio desse ano não possuía canalização para afastamento e tratamento de efluentes. Por meio da equipe de Intervenção Social e da Comissão de Acompanhamento de Obras, formada por moradores da região, foi identificada uma demanda pelo local e a nossa equipe de engenharia foi acionada para ver a possibilidade de atender a região, que até então não seria beneficiada.

 

Os moradores informaram que aguardam por obras no local há 30 anos.  Segundo Thalita Santos, durante os períodos de chuva, os corredores dos becos transbordavam e o esgoto retornava para dentro das casas, “após as obras esperamos ter uma vida com mais dignidade, com um espaço saudável para as crianças brincarem”, afirmou a moradora.

 

A Foz Águas 5 e a coordenação do Programa Guardiões dos Rios, da SMAC, iniciaram um trabalho em conjunto com o objetivo de multiplicar o conhecimento sobre saneamento e a importância da interligação ao sistema de esgoto para preservação dos mananciais e do meio ambiente.

 

Esta parceria iniciou na Semana do Meio Ambiente, onde a coordenadora do Programa, Verônica Castro, falou aos colaboradores de Deodoro sobre os cuidados na preservação dos mananciais e das ações realizadas pelos guardiões na AP5. Dando continuidade, a Foz Águas 5 está realizando uma Oficina de Interligação de Esgoto especial aos grupos de Guardiões dos Rios. Os participantes residem e atuam nas bacias dos Rios Piraquara, Lucio, Viegas, Sarapuí e Viegas - que desaguam na Baía de Guanabara) - e também dos rios  Cação-Vermelho, Cabuçu-Mirim, Piraquê e Guandu do Sena - que desaguam na Baía de Sepetiba. Estes rios tem ligação direta em nossa área de atuação e esta iniciativa visa ampliar o conhecimento e a conscientização da importância da interligação ao sistema de esgoto, bem como preservar e cuidar de nossos mananciais.


Para saber:

Os Guardiões dos Rios atuam recolhendo sistematicamente resíduos urbanos ao longo dos cursos dos rios, promovendo a conscientização ambiental das comunidades envolvidas e realizando a “revegetação” das margens com espécies de mata ciliar e de manguezal. São catalizadores da educação ambiental nas comunidades estabelecidas ao redor dos rios e nascentes de toda a cidade do Rio. As equipes são formadas por moradores do entorno dos rios da cidade que além do trabalho de manutenção, tentam coibir o descarte de lixo nas margens.

 

Segundo o portal da Prefeitura do Rio, dos 237 rios da cidade, 80% encontra-se com suas margens ocupadas por residências. A limpeza mecânica e a manutenção adequada dos cursos d'água, muitas vezes não são possíveis, pois os equipamentos não conseguem chegar ao leito dos rios e é justamente nessas áreas que os Guardiões atuam.

 

O trabalho realizado pela Foz Águas 5, de implantação do sistema de esgoto, irá beneficiar 430 mil pessoas até 2017 diretamente, pois deixarão de lançar seus dejetos nas margens dos rios da região. Para que isso aconteça, faz-se necessário que os moradores se interliguem ao sistema. Indiretamente, milhares de famílias também serão beneficiadas com a diminuição da poluição dos rios da região. Se as comunidades e o serviço público atuarem juntos, acredito que será notório a melhoria da qualidade de vida das pessoas, isso se dá pela valorização dos imóveis, diminuição do mau cheiro e de vetores que transmitem doenças na região.

 

Jaime Dias, técnico do programa Guardiões dos Rios e morador do bairro de Bangu, participou da oficina de interligação no dia 16 de junho e disse que a oficina o ajudou a entender como funciona a rede dentro de sua casa. “Ver todo processo, desde  a estrutura interna até o descarte no sistema público foi  esclarecedor. Acho que muitos desconhecem a necessidade de separar as redes de águas pluviais da rede de esgoto, então a Oficina nos mostrou como isso é importante, além do impacto que o descarte correto dos esgotos irá trazer para o meu dia a dia de trabalho”, destacou Jaime.

 

 

A Foz Águas 5 vai começar mais uma fase do projeto no próximo sábado, dia 11 de junho, capacitando agora professores das escolas particulares, educadores de ONGs e instituições de ensino dos bairros atendidos pelas obras de implantação de rede coletora de esgotos. O projeto se propõe levar a educação ambiental para os moradores da Zona Oeste e formar multiplicadores do conhecimento no âmbito da educação sanitária e ambiental. Para isso, o projeto foi estruturado para que toda escola/instituição/comunidade se engaje na causa do saneamento. Após a capacitação, os educadores replicarão os conteúdos apresentados aos seus alunos, usando os jogos didáticos que eles construíram na capacitação.

 

Saiba mais em www.fozaguas5nasescolas.com.br

 

Nas últimas semanas a Foz Águas 5 realizou 3 grande eventos  em Vila Vintém, Promorar e Realengo, este último em parceria com a Faculdade São José.

Estes eventos buscam conscientizar a população em relação ao serviço de esgotamento sanitário, seus benefícios e uso correto do sistema de esgoto. Além da exposição itinerante e dos jogos educativos, estiveram presentes a equipe de Atendimento Comercial e Manutenção de Redes para tirar dúvidas e esclarecer sobre questões relacionadas as contas, débitos e obstrução no sistema de esgoto.

Veja algumas fotos:

1 - Cópia 3 - Cópia

65 milhões de litros de esgoto deixarão de ser despejados na Baía de Guanabara diariamente

A Foz Águas 5 e a Prefeitura do Rio entregam para a população carioca um legado ambiental dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Nesta quinta-feira (26/05) será inaugurada a Nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Zona Oeste para tratar efluentes dos bairros de Bangu, Deodoro, Realengo, Padre Miguel, Magalhães Bastos, Jardim Sulacap e Vila Militar. Com capacidade de atendimento a 430 mil pessoas, a estação, localizada em Deodoro, é a maior dentro da concessão de saneamento da Área de Planejamento 5 (AP5), que abrange 21 bairros, o que corresponde a 48% do território municipal. A partir de novembro, quando atingir sua capacidade plena de trabalho, 65 milhões de litros de esgoto deixarão de ser despejados diariamente na Baía de Guanabara -  equivalente ao esgoto coletado e tratado na cidade de Niterói. Com a entrega, 100% da região da Bacia do Rio Marangá - a mais populosa da Zona Oeste – terá a cobertura do tratamento.

Com o início da operação, imediatamente 230 mil pessoas passam a ser atendidas e 35 milhões de litros de esgoto deixam de ser despejados diariamente na Baía de Guanabara. Isto equivale 1.450 caixas d'água por hora de efluente tratado. No inicio da gestão, quando a Foz Águas 5 assumiu a prestação do serviço de saneamento da região, a cobertura em toda a AP5 se limitava a 5% da população local. Em 2015 este índice superou os 21% e, com o início do funcionamento da ETE, atingirá 31%.

A Nova ETE em Deodoro é parte da primeira fase de investimentos da concessionaria Foz Águas 5 no projeto de saneamento da AP5. Com ela, estão sendo entregues também 200 km de novas redes, 11 Estações Elevatórias de Esgoto e 25 mil novas ligações domiciliares, com investimentos de R$ 640 milhões.

Ainda serão construídos mais 113 km de redes e 17 mil ligações para o atendimento da meta contratual do quinto ano (2017) da concessão, que será cumprida com antecedência, em novembro de 2016. Ao final desta fase, serão 313 km de redes construídas e 18 elevatórias, mais de 40 mil novas ligações domiciliares, além de outras 18 Estações operando em toda a AP5, das quais sete foram reativadas pela concessionária e outras que passaram por reforma ou ampliações.

A antiga ETE Deodoro atendia 20 mil pessoas até 2012, quando a concessionária iniciou a sua reforma e passou a operá-la, tratando os esgotos domésticos de 44 mil pessoas. A adoção da tecnologia holandesa Nereda, na nova Estação, que reduz o tempo do processo mantendo sua eficácia, amplia em 10 vezes a capacidade da planta original, passando a atender 430 mil pessoas.

Saneamento da AP5

A Área de Planejamento 5 abrange os bairros de Bangu, Barra de Guaratiba, Campo Grande, Campo dos Afonsos, Cosmos, Deodoro, Gericinó, Guaratiba, Inhoaíba, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Paciência, Padre Miguel, Pedra de Guaratiba, Realengo, Santa Cruz, Santíssimo, Senador Camará, Senador Vasconcelos, Sepetiba e Vila Militar. Um território correspondente à metade da área da cidade do Rio de Janeiro e que concentra cerca de 30% da sua população. Se fosse uma cidade, a AP5 seria a oitava mais populosa do Brasil, à frente de Manaus, Recife e Porto Alegre.

Estas características fizeram do modelo da AP5, que tem investimentos na ordem de 2,4 bilhões, a maior concessão em saneamento básico no país. Em 2027 a cobertura chegará a 80% e, em 2037, a 90%.  Ao todo serão instalados cerca de 2.000 km de rede coletora e interceptores.

Além de ser a área de maior crescimento populacional projetado (1,77% ao ano até 2020) da cidade, a Zona Oeste do Rio de Janeiro é uma das regiões que mais sofre com a falta de saneamento. Além de combater as doenças causadas por esta carência, o projeto gerou cerca de três mil postos de trabalho diretos e indiretos, sendo que aproximadamente 80% dos empregados são moradores da AP5.

 Sobre a Foz Águas 5   

A Foz Águas 5 é desde maio de 2012 a concessionária contratada pela Prefeitura do Rio para realizar os serviços de coleta e tratamento de esgoto da Área de Planejamento 5 (AP-5) do Rio de Janeiro. A região, equivalente a 48% do território do município, compreende 21 bairros da zona oeste da cidade, e reúne mais de 1,7 milhão de pessoas. Até o fim de 2016, cerca de 500 mil pessoas serão beneficiadas com acesso ao sistema público de esgotamento sanitário que a concessionária está implantando, incluindo a Nova Estação de Deodoro, que contribuirá  para que 65 milhões de litros de esgoto deixem de ser lançados in natura na Baia de Guanabara todos os dias.

Investimentos

Foram investidos aproximadamente R$120 milhões na construção desta Nova Estação de Tratamento de Esgotos. Ela é composta pelos seguintes equipamentos: 1) Estação Elevatória de Esgotos; 2) Pré Tratamento; 3) Elevatória Intermediária; 4) Tanque de Equalização; 5) Tanques de Tratamento Biológico; 6) Prédio dos Sopradores; 7) Tratamento de Lodos; 8) Subestação Blindada; 9) Duas Substações; 10) Central de Geração de Energia .

Tecnologia Nereda

A tecnologia Nereda, inédita no Brasil, consiste no tratamento de esgotos sanitários a partir da Biomassa Granular Aeróbia, ou seja, um tratamento biológico avançado. O lodo é produzido como parte do processo biológico de depuração do esgoto pelas bactérias. A tecnologia foi criada na Holanda, na  Universidade de Tecnologia de Delft, e desenvolvida ao longo de 20 anos a partir de uma parceria público-privada entre a Universidade, a Fundação Holandesa para a Investigação Aplicada na área das Águas (STOWA) e a empresa Royal HaskoningDHV.

A tecnologia já está presente em 10 Estações de Tratamento de Esgoto localizadas na Holanda, Portugal e África do Sul. Paralelamente, além do Brasil, plantas com a Tecnologia Nereda estão sendo desenvolvidas na Austrália, Reino Unido, Polônia, França, Alemanha, além de novas estações em Portugal e na África do Sul.

Vantagens da tecnologia Nereda

>  Elevada capacidade de tratamento de águas residuais (esgotos);

>  Ausência de aplicação de produtos químicos;

>  Efluente com uma excelente qualidade, podendo reduzir carbono, nitrogênio e  fósforo num único passo de tratamento;

>  Área de implantação reduzida (geralmente, representa 25% da área necessária para as estações de tratamento convencionais), pois não exige a instalação de tanques anaeróbios/anóxicos adicionais e decantadores secundários, entre outros fatores;

>  Operação simples, fazendo uso de um reduzido número de equipamentos mecânicos e/ou elétricos;

> Adaptável a projetos de esgotos domésticos, industriais ou mistos;

>  Solução atrativa para aplicação em novas instalações, instalações existentes com baixo desempenho e ampliação da capacidade de tratamento de sistemas de lodos ativados convencionais;

>  Eficiência comprovada em instalações híbridas, operando com o Nereda e Tecnologia Convencional de Tratamento em paralelo.

 

 


No dia 18 de maio, foi realizada na Nova Estação de Tratamento de Esgoto - Zona Oeste o plantio de Ipês Amarelos para celebrar, juntamente com alguns moradores e líderes comunitários da região. Estes moradores fazem parte das Comissões de Acompanhamento de Obras e participam ativamente do dia a dia da sua comunidade.

 

 

As equipes de cadastramento e do Atendimento Móvel estão trabalhando no recadastro dos clientes que recebem suas contas com a descrição “Ao Consumidor”.  Esse trabalho busca  levar o usuário a ter seu imóvel regularizado e dá a oportunidade de parcelamento, em casos de contas atrasadas. O usuário que tem seu cadastro atualizado também pode tirar a 2ª via da conta, usar o débito automático, entre outras facilidades. Atualmente, as equipes estão atuando em Realengo, na Estrada da Água Branca, 2380 (Supermercado Guanabara). Além disso, estão sendo realizadas visitas aos imóveis cuja conta não possui titularidade que aproveitam a oportunidade para a regularização no Atendimento Móvel.

 

No último sábado, dia 30 de abril,  a Foz Águas 5 esteve presente no bairro Jardim Sulacap na 1º Ação Cívico Social da Aeronáutica. O evento foi realizado na Praça Mario Saraiva, de 9h às 17h, onde aproximadamente 300 pessoas estiveram presentes.